A Imigração Alemã é celebrada no MHVSL

20/07/2022

 

 

 

Na próxima segunda-feira, 25, o Museu Histórico Visconde de São Leopoldo promove a EinwandergunsFest - Festa da Imigração 2022. O dia, que marca os 198 anos da chegada dos primeiros imigrantes alemães, contará com muitas atividades nas dependências do Museu, como música, dança, gastronomia e bebidas típicas. Também haverá oficinas de arte para crianças, de pintura germânica (bauernmalerei) e de danças folclóricas. O acervo do museu também estará em exibição. Conforme os organizadores, o espaço é aberto para toda a família e quem vier com trajes típicos receberá um brinde especial. A entrada é gratuita.

 

O Museu está localizado no centro da cidade, na Rua Dom João Becker, 491.

 

Programação EinwandergunsFest - Festa da Imigração 2022

 

Herta Klein e Suas Memórias – 10h30

Oficina para crianças – pinturas e brincadeiras – o dia todo

Danças Típicas com o Grupo de Danças Folclore Germânico – 16h

Oficina de Pintura Colonial Alemã Bauernmalerei – o dia todo.

 

O Museu Histórico Visconde de São Leopoldo foi fundado em 20 de setembro de 1959 para salvar do esquecimento, da perda e da destruição, objetos, livros, cartas, jornais, documentos e outros elementos que se referiam à história da imigração e colonização alemãs na região que formava a então Colônia de São Leopoldo, que atualmente abrange os municípios dos vales do Sinos e Caí.

 

O acervo do museu conta a saga de um povo que, com força e coragem, ajudou a construir o Rio Grande do Sul. São contribuições na cultura, arquitetura, política, religião e nas diversas áreas que compõem o cenário em que hoje vivemos. E toda essa história de trabalho e integração está reunida aqui.

 

O Museu é uma instituição privada, sem fins lucrativos, sendo mantido por uma rede de amigos e mantenedores que, com trabalho voluntário e apoio financeiro, permite seguir na sua permanente missão de preservar e divulgar a história às novas gerações. Anualmente, milhares de crianças têm a oportunidade de usar o museu como sala de aula e, a partir das exposições, conhecerem um pouco mais sobre a história de seus antepassados e da região.

 

› Compartilhe

— LEIA TAMBÉM —

novidades

Receba nossas novidades. Cadastre-se gratuitamente.

Top