ACIST SL – Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo Simone Leite: A força produtiva precisa tomar seu espaço político

23 de novembro de 2017

ACIST SL - Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo - Simone Leite: A força produtiva precisa tomar seu espaço político

Esta foi a principal mensagem que Simone Leite, presidente da Federasul, deixou para os empresários que participaram do Momento do Empreendedor promovido pela ACIST-SL nesta quinta-feira (23). A reunião-almoço foi a última deste ano. “Estou feliz por concluir a programação de 2017 com esta palestra sobre engajamento cívico. Vem ao encontro do que sociedade precisa hoje”, destacou o presidente de Associação, Leandro Hilbk.

Acompanhada de Rodrigo Fernandes de Sousa Costa, vice-presidente de Integração da Federasul, Simone Leite fez uma análise do atual momento do País, que passa pela pior crise econômica da sua história causada, sobretudo, pelos desmandos políticos da última década. “Nossa crise é moral, ética, política e econômica e está afetando profundamente as famílias brasileiras”, lamentou.

Porém, ela observa que são nas crises que aparecem grandes oportunidades e, dentre elas estão as reformas trabalhista e previdenciária, o necessário ajuste fiscal e a revisão tributária. “Os benefícios destas mudanças terão impacto no setor produtivo e, por consequência, no aumento da geração de empregos”.

Porém, para que tudo isto aconteça, é preciso, segundo a dirigente, que a força produtiva assuma seu lugar nos mais diversos postos políticos. “Por mais importante que seja estarmos nas nossas empresas, se não atuarmos para renovar os quadros das entidades empresarias e políticas, não será possível a mudança que precisamos. Não podemos negar a política e terceirizar a responsabilidade”.

Neste sentido, Simone destacou os cinco mantras da Federasul. “Nós adotamos uma linha de conduta nas atividades da Federasul, que destaca a energia empreendedora, o renascimento da política, o protagonismo da classe produtiva, o engajamento cívico e o pertencimento”.

Rodrigo Sousa reforça o posicionamento de Simone ressaltando o protagonismo da classe produtiva, utilizando seu próprio exemplo. Ele é produtor rural de Pelotas e destina parte da sua semana para o associativismo. “Se eu quero mudanças, eu também tenho que agir e exigir que a minha entidade realmente me represente”, disse. Fazer parte de um partido político, atuar em associações de classe, em grupos voluntários como Rotary Club ou Lyons são alguns exemplos de protagonismo.

Outra solução que a Federasul está oferecendo para que empresários conheçam mais sobre o sistema político é a Escola de Líderes. Em parceria com a Universidade La Salle, de Canoas, a ideia central é formar e aperfeiçoar as lideranças empresariais a pensar numa nova alternativa de fazer política. A formação tem duração de dois semestres, com carga horária de 96h.

O Momento do Empreendedor tem o patrocínio das associadas BR Supply, Descarte Certo, Sicredi, São Luiz Imobiliária e Étika Condominial.

 

 

Imprensa ACIST-SL | Coordenação: SENHA Comunicação Integrada

 

 

 


Notícias Relacionadas


momento do empreendedorSimone Leite


Comentários