ACIST SL – Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo Ary Vanazzi reforça preocupação com o Hospital Centenário

15 de março de 2018

ACIST SL - Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo - Ary Vanazzi reforça preocupação com o Hospital Centenário

Nesta quinta-feira (15), a ACIST-SL promoveu a primeira edição de 2018 da reunião-almoço Momento do Empreendedor, com a presença de associados, convidados e o prefeito Ary Vanazzi, palestrante do evento. Oldemar Brahm, presidente da ACIS-TSL, ao dar as boas vindas, destacou a presença do dirigente público faz parte da tradição da entidade e o quanto é importante o empresariado acompanhar e entender o que está acontecendo no âmbito governamental para melhorar a cidade. Ele também informou quais serão as principais bandeiras de atuação da Associação durante a gestão 2018/2019. Melhoria do ambiente empresarial, valorização da cidade, saúde, educação, meio ambiente e segurança pública serão as principais diretrizes. “O Hospital Centenário é um tema que abordamos muito na bandeira da saúde, pois todos nós precisamos dele, assim como a Segurança Pública, cujos problemas também são históricos”, exemplificou.

Na sua fala, o prefeito Ary Vanazzi (PT) destacou a preocupação com os rumos do Hospital Centenário, que sofre diretamente as consequências do congelamento dos repasses de recursos por parte do Governo Estadual. “O hospital atende a população de 18 municípios e a prefeitura de São Leopoldo arca com 70% do seu custo. A insuficiência e atrasos nos repasses federais e estaduais no levam a um prejuízo mensal de sete milhões de reais”, assinalou. Para tentar resolver os entraves, as medidas adotadas foram a de transformar o hospital 100% SUS, otimização do uso dos leitos e realizando um controle rígido dos estoques e do horário de trabalho. “Também estamos cobrando judicialmente os recursos obrigatórios do Governo do Estado”. Vanazzi informou que o total das despesas empenhadas do município em 2017 foi de R$ 449.587.913, enquanto só as da Fundação Hospital Centenário foram de R$ 54.319.835.   “É obrigação dos municípios investirem 12% do seu orçamento em Saúde. São Leopoldo gasta 42% por causa do Hospital. Nosso prejuízo mensal é de sete milhões de reais.Peço ajuda a todos para nos ajudar a encontrar soluções, porque a situação é insustentável”.

Realizações – Já sobre as realizações do governo, o prefeito apontou que estão sendo retomados diversos serviços e ações como o Fórum de Serviços Integrados que executam obras conjuntas em locais pré-determinados. Também está em recuperação o sistema de câmeras de monitoramento que atingirá toda a cidade, levando mais segurança à população.  A qualificação da UPA Sharlau, reavaliação dos contratos de saúde, exigência de cumprimento de horário para todos os profissionais de saúde e o aumento de atendimentos na rede pública de saúde também foram destacadas.

Para o futuro, Vanazzi informou que está sendo lançado o aplicativo Contas Abertas, que dará  transparência total das receitas e despesas, com informações em tempo real.  “Estamos também atuando para atrair empreendimentos, estreitando relações com investidores nacionais e aprofundamento das relações com organismos internacionais”.

A readequação de espaços públicos também é outra meta da sua gestão, como a região da rodoviária, da Rua 24 horas e da Rua Independência, dentre outras. “Nossos entraves hoje são as perdas de investimentos federais e a redução de programas sociais, que causa o fim da rede de atenção social motivada pela extinção de programas federais”.

O patrocínio do evento é das empresas BR Supply, EGP Energy, Sicredi e São Luiz Imobiliária.

 

 


Notícias Relacionadas


momento do empreendedor


Comentários