STIHL inicia ampliação da fábrica brasileira em cerimônia com o governador do RS

23/09/2019

A STIHL realizou uma solenidade para o início das obras do novo Prédio de Montagem de Máquinas, empreendimento que dá sequência ao pacote de projetos com total de R$ 500 milhões a serem investidos na unidade brasileira até 2023. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, participou da cerimônia nesta quinta-feira (19), na sede da STIHL Brasil, em São Leopoldo (RS). Além dele, Cláudio Guenther, presidente da STIHL Brasil, recebeu para a solenidade: Ary Vanazzi, prefeito de São Leopoldo; Sérgio de Bortoli Galera, presidente do Sindimetal; Oldemar Plantikow Brahm, presidente da ACIST-SL; e demais funcionários da Empresa envolvidos neste projeto. “Em um Estado com capacidade de inovação como o Rio Grande do Sul, é preciso lembrar que esta riqueza é gerada pela iniciativa privada. Não é fácil ter um negócio no Brasil em razão dos diversos desafios e da complexidade. Ações como esta da STIHL representam o destaque à confiança de um Estado para quem investe e empreende”, pontuou o governador.

 

O novo Prédio Industrial da STIHL, que contará com processos de injeção de plásticos, usinagem e pintura de peças de magnésio, tratamento térmico de virabrequim e montagem dos equipamentos (motosserra, roçadeira, pulverizadores, sopradores etc.), terá um investimento total de R$ 67 milhões e irá modernizar ainda mais o parque fabril da marca, tendo em vista a tecnologia de ponta das instalações. A obra irá gerar mais de 160 empregos diretos e pelo menos 500 indiretos. Da mesma forma, mais de 80% das compras de materiais serão feitas com fornecedores do Rio Grande do Sul, tendo em vista a injeção de capital na economia regional. Essa condição foi determinante para o processo de contratação do novo empreendimento. A execução do projeto ficou a cargo da Engenhosul, empresa com 31 anos de história no estado. A conclusão das obras está prevista para 2021. “No futuro, o novo empreendimento nos permitirá aumentar nossa atual capacidade de produção, quando poderemos chegar a 1,1 milhão de unidades motoras fabricadas por ano em São Leopoldo. A estrutura irá aprimorar as condições e o ambiente de trabalho”, afirmou o presidente da STIHL Brasil, Cláudio Guenther.

 

A edificação possuirá mais de 14.000 m² e já nascerá dentro de conceitos da Indústria 4.0, com produção mais limpa e orientação para a Internet of Things (IoT). Além de possuir um sistema de ventilação mecânica automático, que garantirá uma alta taxa de renovação de ar, o prédio terá um pé direito livre de 12 metros de altura, proporcionando um excelente ambiente de trabalho para os colaboradores. Os conceitos de sustentabilidade também estarão presentes, com 100% da iluminação em LED, sistema de climatização de alta eficiência energética e água de reuso para todos sanitários. Os corredores serão mais amplos, prevendo, futuramente, o uso de automação logística. O prédio também contará com um moderno sistema de combate a incêndios e utilizará materiais, em sua grande maioria, incombustíveis. As áreas administrativas foram projetadas com foco no bem-estar e interação dos funcionários, utilizando modernos conceitos de espaços abertos, inovadores e humanizados.

 

A STIHL lidera o mercado brasileiro de ferramentas motorizadas portáteis, com um mix completo de produtos de alta qualidade e durabilidade. Com produtos destinados ao mercado florestal, agropecuário, construção civil, limpeza e conservação, de jardinagem profissional e doméstico, a empresa oferece uma ampla linha de ferramentas motorizadas portáteis que podem ser encontradas em mais de 3,6 mil pontos de venda distribuídos pelo Brasil. No país, a STIHL está localizada em São Leopoldo (RS), onde trabalham aproximadamente 2,5 mil colaboradores. 

 

A matriz do grupo fica na cidade de Waiblingen, na Alemanha. Reconhecida pela sua liderança tecnológica, inovação e qualidade de seus produtos, a empresa está presente em mais de 160 países por meio de canais de distribuição formados por mais de 40 mil pontos de vendas no mundo. Para atender ao mercado global, a STIHL conta com unidades produtivas na Alemanha, Brasil, EUA, Áustria, Suíça, China e Filipinas.  Desde 2008, a STIHL Brasil é certificada com a ISO 14001 e a OSHAS 18001, ambas recertificadas em 2017. O Grupo STIHL é certificado com a ISO 9001.

Na foto: 

Diretor da Engenhosul, Marco Périco; prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi; presidente da STIHL , Cláudio Guenther; governador do RS, Eduardo Leite; vice-presidente de Marketing e Vendas da STIHL, Romário Britto; e vice-presidente de Administração e Finanças da STIHL, Cleomar Prunzel


 

 

 

Fonte: Imprensa Stihl | Enfato Comunicação

› Compartilhe

— LEIA TAMBÉM —

novidades

Receba nossas novidades. Cadastre-se gratuitamente.

Top