Associados participam do Fórum de Economia Criativa da Microempa

Cerca de 1,5 mil pessoas passaram pelo Campus 8 da Universidade de Caxias do Sul nos dois dias do evento

08/10/2019

 

 

 

Por dois dias, Caxias do Sul foi a capital da economia criativa. O epicentro foi o Fórum de Economia Criativa, no último final de semana (4 e 5 de outubro), no Campus 8 da UCS. Sucesso de público, a 5ª edição recebeu mais de 1,5 mil pessoas, que conferiram as mais de 18 horas de programação. O público é sete vezes maior que na edição realizada em 2018.  Dentre o público, estavam as associadas da ACIST-SL, Aidê Sturmer (vice-presidente de Serviços), Job Zanella (coordenadora do Núcleo de Empreendedoras) e Andreia Silveira, diretora da In Focus e André Rotta, coordenador do Núcleo de Jovens Empresários. “Foi uma experiência maravilhosa, de muito aprendizado sobre como os negócios estão de encaminhando para serem mais integrados entre as lideranças e suas equipes, além da busca do real propósito da empresa”, avalia Aidê.

 

Além de um segundo dia de atrações, contribuíram para o sucesso dessa edição os auditórios lotados das palestras de Rafa Cappai, Bruno Honda Leite, Cláudia Henriques e Marcos André Carvalho, além dos concorridos workshops de Evandro Carter e Andy Troc. As atrações do festival Emocione, o espaço games e o encerramento apoteótico do Bloco da Ovelha, que colocou público e palestrantes para dançar, foram outros pontos altos do evento.

 

“Estamos muito orgulhosas do nosso Fórum, pois a edição deste ano superou as nossas expectativas. Foram dois dias inteiros de palcos e workshops sempre lotados, além de um festival incrível repleto de atrações culturais que mesmo com a chuva recebeu nos dois dias uma boa plateia”, comemorou a Coordenadora do Núcleo Setorial de Economia Criativa da Microempa, Gabriela Casagrande. Sucesso que reverberou também pelo time que estava em cima dos palcos.

 

  “Esses eventos são muito importantes para o fomento do ecossistema, pois eles auxiliam na cultura da inovação, na cultura da criatividade. E o que é mais importe para uma cidade evoluir é essa cultura, quando as pessoas estão discutindo ideias e compartilhando conhecimento”, explicou Andy Troc, diretor do Laboratório de Ideias da Prefeitura de Guarapuava e palestrante do Evento.

O Fórum de Economia Criativa é organizado anualmente pelo Núcleo Setorial de Economia Criativa da Microempa e está garantido para a sua 6ª edição, em 2020.

O Núcleo

O Núcleo Setorial de Economia Criativa é um grupo voluntário formado por 25 empresas do ramo criativo de Caxias do Sul com o objetivo de incentivar o cooperativismo e promover oportunidades e crescimento aos seus participantes, por meio de capacitações, participação em feiras e eventos. Conscientizar sobre a importância do capital humano nesta nova era dos negócios também é um dos objetivos do grupo. A economia criativa envolve áreas em que a qualidade e o valor do trabalho estão relacionados ao talento das pessoas que o fazem, e não ao capital que ela possui.

 

Fonte: imprensa Microempa

› Compartilhe

— LEIA TAMBÉM —

novidades

Receba nossas novidades. Cadastre-se gratuitamente.

Top