ACIST-SL presta contas sobre atividades de 2018

12/12/2018

O ano de 2018 registrou dezenas de atividades realizadas pela ACIST-SL, seja por meio das diretorias, seja pelos Núcleos Setoriais. As informações foram prestadas na manhã desta quarta-feira (12), para associados e formadores de opinião que compareceram na sede da entidade. O presidente da ACIST-SL, Oldemar Brahm, salientou que as ações seguiram as cinco bandeiras que a entidade elegeu no seu Planejamento Estratégico: Valorização da Cidade, Educação, Segurança Pública, Meio-Ambiente e Valorização do Ambiente Empreendedor e , destacando ainda o envolvimento da entidade com questões importantes para a comunidade, como a busca de soluções para o Hospital Centenário.

Os Núcleos Setoriais também apontaram as suas principais ações em 2018. Aidê Stürmer Jones, vice-presidente de Serviços e coordenadora dos Núcleos, ressaltou que quatro grupos estão em plena operação e outros dois – Imobiliárias e Vale Home Decor – estão em fase de montagem.

Rogério Daniel da Silva, diretor de Segurança Pública, destacou ações como o apoio financeiro da ACIST-SL para a aquisição das celas/contêineres junto ao Instituto Penal de Novo Hamburgo e a adesão ao #movimento Paz para incentivar a população na busca por mais segurança.

Job Zanella, coordenadora do Núcleo de Mulheres Empreendedoras comemorou a superação da meta do grupo para 2018, que era envolver 300 mulheres no ambiente empreendedor. “Atingimos 391 pessoas por meio de uma série de ações como ir à comunidade mais necessitada, reuniões de negócios e encontros para troca de experiências”.

Eliziane Fogliatto, coordenadora do Núcleo dos Contabilistas, disse que o foto em 2018 foi a busca de conhecimentos para fortalecer as empresas participantes, como palestras sobre Planejamento Estratégico e Mídias Sociais.

Andre Rotta, diretor de Cultura e Turismo informou sobre o esforço em torno da valorização da cultura germânica que está sendo esquecida nos últimos anos e sobre a importância que a gastronomia tem para a economia da cidade. Como coordenador do Núcleo de Jovens Empresários, André apontou que o grupo está muito focado no busca de conhecimento sobre como gerir mais e melhor as empresas.

Madeleine Hilbk, diretora de Relações Institucionais,  lembrou que a ACIST-SL promoveu uma série de encontros com representantes de órgãos públicos e também aproximou das demais entidades de classe de São Leopoldo. Ela apontou que ainda há muito por fazer a favor da cidade e pontuou a Praça do Imigrante, que necessita de modo urgente que seja finalizada a sua revitalização, mas nada ainda foi feito.

 

Fonte: Imprensa ACIST-SL | SENHA Comunicação Integrada

› Compartilhe

— LEIA TAMBÉM —

Top