ACIST-SL presente na posse coletiva da Federasul

11/04/2019

 

Nesta terça-feira (9), aconteceu a posse coletiva da nova diretoria da Federasul para a gestão 2019/2020, que será liderada novamente pela empresária Simone Leite. O presidente da ACIST-SL, Oldemar  Brahm, passa a integrar a diretoria Regional Vales do Sinos e Caí e esteve presente na solenidade, que reuniu dezenas de empresários de todo o estado, bem como autoridades como o governador Eduardo Leite. Segundo Brahm, o evento demonstrou a força que o Rio Grande do Sul tem na área produtiva e que é o momento de união de esforços para enfrentar os diversos desafios e dificuldades que o Estado tem. Ele esteve acompanhado por Leandro Hilbk, presidente do Conselho de ex-presidentes da ACIST-SL.

 

Quebrando paradigmas - No discurso de posse, para uma segunda gestão até 2020, Simone Leite deixou claro que é possível a representação empresarial sem recursos compulsórios. Com as contas equilibradas, projetos de inovação e novos produtos para formação de empreendedores, especialmente, empreendedoras, a Federasul retoma seu caminho reinventando todas as possibilidades. Mais forte, porque está mais perto do interior e com crescimento no número de associados, a entidade identifica, no espírito de pertencimento, a adesão de filiadas que somam 168 e a prova de que não são necessários recursos compulsórios para a efetiva representação empresarial e reconhecimento da classe empresarial e sociedade.

 

Reconduzida ao cargo, a presidente Simone Leite, que visitou 80 cidades, pôde sentir a necessidade de conscientização dos líderes empresariais e a importância de representação inspirada nos pilares da transparência, modernidade e simplicidade.  “Nossos filiados estão em todos os rincões, desde os municípios mais próximos até os mais longínquos”, disse em seu discurso de posse.

 

A primeira mulher a presidir uma entidade empresarial no Estado, também é a primeira a ser reempossada. No balanço da gestão, marcos determinantes entraram para história da Federasul, como a alteração do estatuto, que tornou a entidade mais democrática e transparente com eleições diretas, sem distinção de categorias, e o equilíbrio nas contas resultante de gestão empresarial eficiente.

 

A Federasul, na primeira gestão de Simone Leite, também ficou maior na sua representatividade (168 filiadas) e ganhou novo nome (Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul), pensado sob medida para representar todos os setores econômicos (indústria, comércio, serviços, agropecuária de associação de voluntária).

 

Em sua nova sede, inaugurada ao completar 90 anos, no quarto andar do Palácio do Comércio, a Federasul produziu inúmeros posicionamentos sobre os principais e polêmicos temas que impactam o empreendedorismo e o desenvolvimento econômico e a vida dos gaúchos e brasileiros. “E vamos continuar nos posicionando”, enfatizou a presidente.

 

Além de fazer questão de dizer que tem lado, a presidente da Federasul acredita na capacitação e na conscientização da classe empresarial para ocupar espaços públicos de decisão. “Precisamos transformar nossa energia empreendedora em força política, numa voz ativa na construção do Estado e do País que queremos”. Sempre defendendo o posicionamento de que não é mais possível e nem correto os empresários terceirizarem suas responsabilidades, Simone Leite é a voz que vai continuar defendendo a participação empresarial para influenciar nas decisões políticas e econômicas. “Vamos aceitar os desafios, sair da zona de conforto para integrar um projeto em favor do futuro”, disse.

 

Para encerrar, a presidente da Federasul lembrou da importância do  entusiasmo, da coragem e da determinação: “É com grande orgulho que aceitei contribuir na heroica e pioneira gestão onde muitos paradigmas foram quebrados e tantos outros ainda serão”.

› Compartilhe

— LEIA TAMBÉM —

novidades

Receba nossas novidades. Cadastre-se gratuitamente.

Top